Histórias da antiguidade: O significado das pérolas

Atração, sensualidade, refinamento, elegância, romantismo, riqueza e poder: ideias ligadas às pérolas ao longo dos séculos e nas mais diferentes civilizações.

Possuindo como propriedade a atração e sensualidade ao sexo oposto, já na antiguidade encontravam-se indícios do apreço da humanidade por tais pedras. Uma das mais famosas histórias é a do célebre banquete dado por Cleópatra a Marco Antônio para convencer Roma de que o Egito tinha tradição e riqueza imbatível pela simples conquista militar. Durante o jantar que foi considerado o mais caro da história, Cleópatra esmagou duas grandes pérolas que usava como brinco, dissolveu-as numa taça de vinagre e bebendo-as diante do general.

Na Europa, durante a Idade Média, em especial nos séculos XIII e XIV, muitos países proibiam por lei que pessoas comuns usassem pérolas, reservando-as somente à aristocracia. Quando as leis discriminatórias foram abolidas após a Revolução Francesa, as pérolas passaram a ser consideradas perfeitos presentes de noivado e casamento, inspirando beleza e inocência. 

Visto isto, as pérolas se tornaram tão importantes para a história das civilizações que ganharam, em outubro de 2013, uma exposição em Londres contando a história destes artefatos de luxo. Você pode conferir algumas fotos da exposição neste link.

Ficou interessado? Conheça um pouco mais sobre a história neste site

Até breve,
Fane’s Joias Contemporâneas.

fanes